Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Orientações ao pesquisador

Atualizado em 18/07/16 18:33.

 

 

A Comissão de Ética no Uso de Animais chama a atenção do senhor pesquisador para o seguinte Código de Conduta a ser lido e, consequentemente, seguido ao utilizar animais em seu projeto, seja este de ensino, pesquisa ou testes:

  1. Somente elaborar projeto após pesquisa bibliográfica detalhada a fim de evitar repetições e uso indiscriminado de animais;
  2. Deve ser levada em consideração a relevância científica do estudo;
  3. Sempre buscar métodos alternativos ao uso de animais e somente utilizar animais depois de constatada a não existência dos mesmos;
  4. O número de animais usados deverá ser o menor possível para que tenhamos resultados estatísticos válidos;
  5. É imprescindível que toda a pessoa envolvida na pesquisa, seja esta pesquisador, técnico ou aluno, tenha conhecimento sobre a espécie com a qual vai trabalhar, seu manejo, suas necessidades biológicas e comportamentais;
  6. A dor e outros sinais adversos como ansiedade, medo, distresse são inaceitáveis e devem ser evitados.

 

Para pensar antes de iniciar seu trabalho: 

  1. Existe alternativa ao uso dos animais? Se existem citar quais e porque não empregá-las.
  2. Procurou utilizar o menor número possível de animais?
  3. Tem algum conhecimento sobre a biologia e comportamento da espécie que vai usar?

 

Orientações Gerais:

A. As informações constantes na ficha protocolo devem estar em consonância com as do projeto de pesquisa. A ficha de protocolo é um documento de suma importância para obtenção das informações do projeto, portanto, deve ser preenchida com atenção e com informações completas, mesmo que estejam no projeto!

B. Para o pesquisador/professor que deseja fazer RESERVA DE ANIMAIS no Biotério Central da UFG, deverá preencher um Formulário para solicitação de animais presente no site: biotério.icb.ufg.br

C. O pesquisador/professor que trabalhar com animais silvestres deve, primeiramente, protocolar pedido em órgãos responsáveis e anexar o documento de entrada do pedido de autorização do uso destes animais ao protocolo submetido na CEUA;

D. O pesquisador/professor deve se certificar das datas de reuniões. Os projetos deverão ser submetidos 30 dias antes da reunião para serem avaliados. 

E. O projeto a ser submetido deverá ter seu início de execução com pelo menos 60 dias após a sua submissão a CEUA/UFG;

F. Na Ficha Protocolo no item "Pesquisadores Participantes" o pesquisador deverá informar a função de cada participante do projeto/aula (Ex.: Manejo dos animais, Procedimento cirúrgico...);

G. Na Ficha Protocolo deverá constar o número total de animais empregados em todo o projeto/aula e, de forma clara, estar elucidado a quantidade de animais por grupos/tratamentos/aulas práticas (por dia de aula).

H. Para ATENDIMENTO DE PENDÊNCIAS solicita-se a confecção de uma carta de atendimento de pendência assinada pelo responsável do projeto, em que conste a resposta de cada item separadamente das solicitações constantes no parecer emitido pela CEUA. Não é preciso a impressão de nova ficha protocolo e projeto de pesquisa/aula prática.

I. A documentação deverá estar completa e deve ser protocolada fisicamente na sala da: 

Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) - UFG - Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI)

Prédio da Reitoria, Térreo, sala da CEUA
Campus II – Goiânia-GO – CEP 74001-970


Telefones: 3521-1876



 

Listar Todas Voltar